O país

É um país do centro da América do Sul, limitado a norte e oeste pela Bolívia, a nordeste e leste pelo Brasil e a sul e oeste pela Argentina. Sua capital é a cidade de Assunção. O Paraguai é um dos dois países da América do Sul que não possuem uma saída para o mar, juntamente com a Bolívia. Possui uma área de 406.752 km², um pouco maior que o estado brasileiro de Mato Grosso do Sul. O nome do país é derivado da palavra guarani paraguái, que significa “de um grande rio“. O “grande rio” é o rio Paraguai, que divide o pais em duas regiões, Region Oriental e Region Occidental (ou Chaco). A população paraguaia foi estimada em cerca de 6,5 milhões de habitantes em 2009, a maioria dos quais estão concentrados na região sudeste do país. A capital e maior cidade é Assunção, cuja região metropolitana é o lar de cerca de um terço da população do país. Em contraste com a maioria das nações latino-americanas, a cultura e a língua nativa do país — o guarani — permaneceram altamente influentes na sociedade. Em cada censo, os residentes predominantemente identificam-se como mestiços, refletindo anos de miscigenação entre os diferentes grupos étnicos do país. O guarani é reconhecido como língua oficial, junto com o espanhol, e ambos os idiomas são falados pela população.

O guarani, língua falada pela maioria da população, e o espanhol são os idiomas oficiais, sendo que 95% da população é bilingue. O dialeto falado no país é o espanhol rioplatense. Há também dezenas de milhares de falantes puramente indígenas de dialetos guaranis no Paraguai.

O catolicismo é a religião mais popular, não mais oficial desde a atual constituição.

A constituição de 1992 admite a livre prática de qualquer tipo de religião ou crença. 89,6% da população são católicos e 6,2% são protestantes, com predominância de menonitas. Há também minorias que incluem 1,1% de cristãos de outras afiliações, 1,9% de outras religiões e 1,1% de ateus.

O projeto

Pastor Luciano Vicente em agosto de 2012 participou do Congresso de Missões e Convenção Missionaria na Igreja Assembleia de Deus em Cidade de Leste, além disso pregou em um trabalho ar livre na aldeia indigena paraguaia Acarai-My onde assitiu o nascimento da igreja com  mais de 70 índios congregados debaixo de uma grande árvore, também pregou na aldeia guarani em Mbcarayu e cidade de Puerto Yguazu (Argentina), assim conheceu a realidade e necessidade do campo. Quando retornou de lá trouxe consigo a responsabilidade de apoiar os obreiros nativos com ofertas de amor para o seu sustento, enviar materiais de evangelização e Bíblias em guarani e castelhano. Pois fora notado uma igreja autoctone avivada mas com muita carencia nas areas sociais, teologica e evangelistica.

Um novo desafio surgiu no final do ano de 2017, foi apresentado pelo Pastor Edson (que serve a missão na Bolivia), o Pastor Luis Roman que vive e trabalha no Alto Paraguai as margens do Rio Paraguai, nesta localidade ha muitas aldeias indigenas (Etnias Ayoreo e Chamacoco) e distritos sem nenhuma igreja evangelica e missionarios entre eles. De imediato foi estabelecido um projeto de apoio econômico e evangelistico, atualmente apoiamos dois obreiros nativos e um trabalho de discipulado com crianças e jovens.

A Missão Discipulando nações apoia obreiros nativos paraguaios, pois onde se tem uma solida e autóctone igreja não vemos a necessidade de fundar outra. Precisamos ver o avanço do evangelho através dos nacionais, onde Cristo não foi ainda anunciado.

Para gloria de Deus, ja foi enviado para o Projeto Paraguai 150 biblias nos idiomas guarani e castelhano, 200 mil folhetos evangelisticos e apoio a obreiros indigenas.

Os líderes

Pastor Luciano Vicente
Líder em base

Pastor Luciano Vicente é líder do Projeto Discipulando Nações ( Paraguai ), resultado do chamado de Deus no ano de 2003. Em 2005 foi consagrado ao ministério na Assembleia de Deus em Taubaté – SP e assim desenvolve seu ministério como pastor na Igreja Assembleia de Deus Missão na cidade de Taubaté – SP e também como presidente do Projeto Missionário Discipulando Nações ( implantação de igrejas autóctones, formação de lideres, missionários e tradução de porções bíblicas ), atuando em 14 etnias indígenas, de 12 nações.

É formado em : Teologia pelo Centro Internacional de Missões em São Lourenço (MG), Missiologia pela EMAD, Ciência da Religião e Bibliotecário pela Escola Ensino Nacional, Biblista ( bacharel com enfase em tradução bíblica ) pelo seminário SETEAD de Brasilia.

Seu lema é: em Cristo e por missões até os confins da terra!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *