Honduras é um país pobre. Desigualdade econômica, desnutrição e favelas estão por toda a parte. A população é jovem – 50% dos hondurenhos têm menos de 19 anos, mas a miséria é endêmica, o desemprego é crônico e a melhor maneira de melhorar a vida é entrar para o tráfico de drogas.

O comércio das drogas é controlado por gangues conhecidas como “maras”. Elas estão espalhadas por todo o país e são as responsáveis pela alta taxa de homicídios.

Honduras é frequentemente atingida por furacões. O país foi devastado pelo furacão Mitch em 1998. Na época, 5.000 pessoas morreram e mais de 70% das plantações foram destruídas. Os prejuízos foram estimados em US$ 3 bilhões (cerca de R$ 5,4 milhões). Por conta disso, milhares de hondurenhos deixam o país em busca de uma vida melhor nos Estados Unidos. O dinheiro que esses emigrantes, muitos deles em situação ilegal, mandam para o país-natal é uma importante fonte de renda de muitas famílias.

Pastor Luciano Vicente
Líder em base

Pastor Luciano Vicente é líder do Projeto Discipulando Nações (Honduras), resultado do chamado de Deus no ano de 2003. Em 2005 foi consagrado ao ministério na Assembleia de Deus em Taubaté – SP e assim desenvolve seu ministério como pastor na Igreja Assembleia de Deus Missão na cidade de Taubaté – SP e também como presidente do Projeto Missionário Discipulando Nações ( implantação de igrejas autóctones, formação de lideres, missionários e tradução de porções bíblicas ), atuando em 14 etnias indígenas, de 12 nações.

É formado em : Teologia pelo Centro Internacional de Missões em São Lourenço (MG), Missiologia pela EMAD, Ciência da Religião e Bibliotecário pela Escola Ensino Nacional, Biblista ( bacharel com enfase em tradução bíblica ) pelo seminário SETEAD de Brasilia.

Seu lema é: em Cristo e por missões até os confins da terra!