Oficialmente Estado Plurinacional da Bolívia, é um país encravado no centro-oeste da América do Sul. Faz fronteira com o Brasil ao norte e leste, Paraguai e Argentina ao sul, Chile e Peru ao oeste.

A população boliviana, estimada em 10 milhões de habitantes, é multiétnica, possuindo ameríndios, mestiços, europeus, asiáticos e africanos. A principal língua falada é o espanhol, embora o aimará e o quíchua também sejam comuns. Além delas, outras 34 línguas indígenas são oficiais. O grande número de diferentes culturas na Bolívia contribui para uma grande diversidade em áreas como a arte, culinária, literatura e música.

A Bolívia é um estado secular e garante a liberdade de religião. A constituição estabelece que: “O Estado respeita e garante a liberdade de religião e de crenças espirituais, em concordância com sua visão de mundo. O Estado é independente da religião”.

A Bolívia é um país sul-americano localizado no centro do continente. A sua parte ocidental contém uma porção da Cordilheira dos Andes, onde se situa o Altiplano boliviano. A parte nordeste limita com o Brasil e apresenta características tropicais e parte da selva amazônica. A parte central corresponde aos vales com temperaturas médias. Essa interessante disposição geográfica e a importante população de índios nativos adquiriram e misturaram elementos culturais Espanhóis as suas tradições.

O Projeto Bolivia nasceu no ano de 2012, com a finalidade de apoiar obreiros nativos e até a presente data tem contribuído para o avanço do evangelho nesta nação; em três regiões que são: Cochabamba, La Paz e Santa Cruz de La Sierra.

Nestas regiões trabalham os obreiros nativos submissos a liderança brasileira desenvolvendo muitos trabalhos como a implantação de igreja autóctone, discipulado para jovens e crianças, campanhas evangelísticas ao ar livre e formação de novos lideres.

Pastor Rogerio Souza
Líder em base